Linguagem corporal – Desvendando os segredos do corpo

1
510

Linguagem Corporal! Bem empolgante esse título, não é?

Enfim, é um assunto importantíssimo que além do campo amoroso envolve bastante o profissional, social, etc. Mas o foco aqui é na relação de sedução/flerte. Sabe quando ela bate com o pé direito repetidamente? Bem, ela não está gostando da conversa, ou quando olha para cima e respira pela boca. Bem, ela achou idiotice o que acabou de fazer/dizer.

Ok, isso qualquer idiota que viva em sociedade sabe. Mas agora vamos nos aprofundar na dança do acasalamento humano!

Como saber quando a mulher está afim de você só observando a linguagem corporal?

Linguagem corporal - Desvendando os segredos do corpo

É possível dividir o flerte em 6 fases:

1# Fase de Atenção :
Nessa fase, os envolvidos tentam chamar atenção para si. Geralmente os homens tendem a estender os braços, estufar o peito, arrumar o cabelos, empinar o queixo, ajeitar a roupa, rir alto, exagerar nos movimentos corporais e tocar na face. As mulheres andam de maneira empinada, sorriem, olham, mudam de posição, balançam o corpo, ajeitam-se, enrolam o cabelo com os dedos, jogam a cabeça para trás, olham com ar tímido, dão risadinhas, erguem as sobrancelhas, umedecem o lábio superior com a língua. Isso ocorre, para tirar a atenção sobre o seu acompanhante, e tentar “relaxar” com a presença dele.

2# Fase de Reconhecimento:
Quando os olhares se tornam mais longos e mútuos, o objetivo se torna não demonstrar hostilidade e indiretamente sugerir uma aproximação alheia. Gestos como inclinar a cabeça, se inclinar em direção ao outro, mostrar o pescoço, fazer beicinho com os lábios, segurar os próprios braços ou mantê-los muito próximos da área abdominal, demonstram uma “submissão”, mostrando assim uma não-hostilidade e possível disponibilidade para aproximação.

3# Interação, conversa:
Após a aproximação o casal começa a trocar um tipo de conversa sedutora. Existem evidências de que é mais importante como se fala e não o que se fala. Essa conversa é caracterizada pela mudança de voz, um tom mais agudo, um volume mais baixo, mais suave, mais musical, um tipo de voz que lembra o modo de se falar com crianças ou para tranquilizar pessoas que precisam de cuidados.
Essa conversa geralmente está repleta de elogios e de perguntas e o clima continua sendo o de submissão. Com a fala os indivíduos passam a se expor mais e, consequentemente os comportamentos não-verbais demonstram certa ansiedade: gestos vigorosos, risos altos, arrumar-se freqüentemente, entre outros.

4# Contato físico:
Com o casal perto um do outro, ocorre o primeiro toque. Normalmente dado pela mulher, no ombro ou no braço, institui um importante passo. Se o outro, recuar, interrompe todos os passos e leva a uma hesitação mútua, que pode ser devido a timidez, ou ao desinteresse mesmo. Se houve a indiferença relacionada ao toque (Famoso Doce!), haverá possivelmente uma repetição afim de retirar. Entretanto, se ocorre um sorriso, uma inclinação para frente, ou mesmo um toque de “retorno” uma grande barreira defensiva foi ultrapassada. E nesta fase, a conversa “meiga” continua, também acompanhada da submissão alheia e a demonstração de certa ansiedade.

5# Sincronia/Excitação:
O casal começa a se movimentar tão harmoniosamente que parecem estar realmente numa dança coreografada e espelhada. Quando ele desliza a mão em seus próprios cabelos, ela faz o mesmo com os próprios cabelos; um cruza as pernas, o outro também o faz; ele inclina-se para frente e ela copia o movimento, sempre olhando-se “significativamente” nos olhos um do outro. Essa sincronia corporal presente no flerte está fortemente associada ao desejo sexual mútuo. Os corpos anseiam atingir o que o emocional já conseguiu, um encontro total de duas subjetividades e, como disse a famosa bailarina americana Martha Graham, “nada é mais revelador do que o movimento”.

6# Sexo!
Querendo ou não o objetivo natural/biológico do flerte, dessa dança do acasalamento literal, é o sexo. E não há muito do que falar sobre essa fase. Aliás há MUITO, mas estão em vários outros posts do Canalhas de Salto!
Uma curiosidade é que casais com maior tempo de convivência tendem a diminuir esse “flerte”. O Romantismo, a sedução se torna redundante, pois como o objetivo era a relação sexual, não há porquê fazer rodeios, e só ir lá e pimba.

Alguns pontos resumidores do Artigo, para você decorar mesmo e prestar atenção no parceiro:

Sinais de “quero chamar a atenção”

  1. Estufar o peito.
  2. Gesticular exageradamente.
  3. Balançar o corpo.
  4. Rir muito e alto.
  5. Deixar objetos de valor a mostra.

Sinais de “estou interessado por você”

  1. Olhar por mais de três segundos.
  2. Sorrir, mostrando ou não os dentes.
  3. Jogar a cabeça para trás, geralmente quando sorri.
  4. Ajeitar os cabelos.
  5. Inclinar o corpo em direção a pessoa.
  6. Ficar com o corpo virado na direção da pessoa.

Sinais de “sinto atração por você”

  1. Não deixar que a distância entre os corpos seja superior a 1 metro.
  2. Não permitir que os intervalos de silêncio ultrapassem mais de 3 segundos.
  3. Permitir que seja tocado nos braços e nos ombros várias vezes e retribuir.
  4. Imitar os gestos da pessoa.
  5. Não desviar o olhar.
  6. Corar ao perceber que está sendo observada.

Bom, acho que isso é tudo pessoal! Entenderam o que é Linguagem Corporal?

COMENTEM!!!

Linguagem corporal – Desvendando os segredos do corpo
Qual sua nota para o artigo?

Comente pelo Facebook:

Ou use nosso sistema de comentários:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here