terça-feira, junho 19, 2018
À Beira Dágua Dágua o fluido lençol, onde em áscuas cintila O sol, que no cristal argênteo se refrata, Crepitando na pedra, a cuja borda oscila, Cai, gemendo e cantando, ao fundo da cascata. Parece a grave queixa, atroando em torno a mata, Contar não...
Procura-se um amigo! Que saiba conversar de coisas simples… Preciso de um amigo para não enlouquecer, para contar o que vi de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas...
113,069FãsCurtir
252SeguidoresSeguir
16SeguidoresSeguir

CURTA-NOS NO FACEBOOK

ARTIGOS POPULARES

SIGA-NOS NO INSTAGRAM