Saúde e Bem Estar

Ejaculação precoce: causas, tipos e tratamentos disponíveis

Saiba mais sobre a disfunção sexual que afeta um em cada quatro brasileiros

Ejaculação precoce é um problema que afeta muitos homens – um em cada quatro brasileiros, para ser exato. Se você tem esse problema, não se preocupe, você não está sozinho. Claro, pode não ser a melhor notícia, mas é um consolo saber que há muitas pessoas no mesmo barco que você.

Muitas vezes, a ejaculação precoce é causada por fatores emocionais, como ansiedade ou estresse. Ou talvez seja genético, ou uma condição médica, como hipertireoidismo ou doenças da próstata. Certos medicamentos também podem causar disfunção erétil. Mas independentemente do motivo, saiba que existem opções de tratamento disponíveis.

EJACULACAO PRECOCE
Ter uma vida sexual satisfatória é importante para a saúde mental e emocional

O que é ejaculação precoce?

É quando um homem ejacula antes, durante ou logo após a penetração, com pouco estímulo sexual e antes do momento desejado. O problema é realmente constatado quando os episódios de ejaculação rápida são recorrentes e persistentes.

Quais são os tipos de ejaculação precoce?

Existem dois subtipos de ejaculação precoce: a ejaculação precoce ao longo da vida (primária) e a ejaculação precoce adquirida (secundária). A ejaculação precoce ao longo da vida ocorre regularmente e pode começar no primeiro encontro sexual, persistindo ao longo da vida. Já a ejaculação precoce adquirida se desenvolve em homens mais velhos após um período de função sexual relativamente normal, sem problemas de ejaculação.

Apesar de o envelhecimento não ser uma causa direta da ejaculação precoce, pode contribuir para alterações na ereção e na ejaculação. Homens mais velhos podem ficar mais ansiosos em manter a ereção durante a relação sexual, o que pode desencadear a ejaculação precoce ou piorá-la. Por isso, recomenda-se reduzir a pressão sobre o pênis e não ser tão focado nos genitais durante o sexo, utilizando mais toque corporal e práticas de massagem erótica ou sensual, para ajudar a encorajar a excitação a se espalhar pelo corpo.

Preservativos

Alguns homens acham que o uso de preservativos pode diminuir a sensibilidade sexual e ajudá-los a controlar a ejaculação precoce. Existem preservativos no mercado que são feitos especificamente para ajudar no controle do clímax, com um material de látex mais espesso ou que contém um agente anestésico para retardar o orgasmo.

Ajuda médica

Não existem ainda métodos 100% comprovados cientificamente que evitem ou controlem a ejaculação precoce, mas um médico urologista pode fazer a investigação do motivo pelo qual se iniciou o problema e indicar o melhor tratamento para cada pessoa. O tratamento psicológico também pode ser necessário para resolver o distúrbio, nesse caso, será necessário procurar também a orientação de um psicólogo.

Exercício pélvico

E se você está se perguntando como exercitar os músculos pélvicos masculinos para ajudar no tratamento da ejaculação precoce, uma forma simples é tentar interromper a liberação da urina durante a micção e fazer com que ela seja expelida de forma pausada, fracionada e lenta. Mas não se preocupe, não precisa fazer isso na frente dos outros no banheiro.

Técnicas de controle

Além disso, algumas técnicas comportamentais podem ajudar no controle da ejaculação precoce, como a técnica do aperto, que consiste em pressionar a base do pênis quando sentir que está prestes a ejacular, interrompendo a estimulação sexual e permitindo que a excitação diminua. Outra técnica é a de interrupção da estimulação, em que o homem interrompe a estimulação sexual por alguns segundos antes de retomar.

É importante lembrar que a ejaculação precoce não é um problema incomum e que existem muitas opções de tratamento disponíveis. Falar abertamente com o seu médico é o primeiro passo para encontrar uma solução para o seu problema. Não se envergonhe ou se sinta constrangido, afinal, é uma questão de saúde e bem-estar.

E se você é um parceiro ou parceira de alguém que sofre de ejaculação precoce, é importante lembrar que a comunicação aberta e o apoio emocional são essenciais. Não culpe a si mesmo ou ao seu parceiro, e lembre-se de que a solução para o problema pode levar tempo e esforço. Com paciência e cooperação, é possível superar a ejaculação precoce e desfrutar de uma vida sexual satisfatória e feliz.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo